O “retrofit” mundial

O mundo está em crise.

Esta constatação começou a ser discutida em função do crescimento da demanda energética mundial, do sinal de alerta diante da escassez da água e do efeito estufa, que está pondo em risco a condição de vida no planeta.

Em 1992, a Agenda 21 estabeleceu metas para que os países do mundo inteiro reduzissem suas emissões gasosas – causadoras do aquecimento global, adotando matrizes energéticas limpas e reduzindo a produção de resíduos sólidos, líquidos e gasosos, cujo lançamento desordenado está comprometendo a condição de saúde e bem estar das populações.

Começou aí a grande batalha do ser humano, em busca das alternativas “limpas” pela sobrevivência do planeta e dos seres vivos, através do conceito de sustentabilidade.

Sustentabilidade nada mais é do que a consciência coletiva de consumo coerente e consciente dos insumos do planeta, com a preocupação de preservá-los para que as gerações futuras também possam tê-los a sua disposição.

Neste intuito, a comunidade internacional voltou sua atenção para o desenvolvimento de tecnologias e sistemas operacionais que demandassem menos consumo de energia, com valor econômico viável e que trouxessem qualidade de vida à sociedade.

Tendo-se em vista que as edificações são responsáveis por mais de 40% da demanda de energia elétrica mundial e que mais da metade da população humana vive em cidades, tornou-se inevitável uma atuação direta neste setor. Neste momento, os conceitos da arquitetura passaram a ser revistos e valores antigos foram resgatados.

Conceitos básicos de ventilação e iluminação naturais, consumo de água, conservação e utilização de energia limpa no edifício, adoção de materiais que causem baixo impacto ao meio ambiente, respeito ao entorno natural, foram revitalizados em nome da sustentabilidade. Eco design, reengenharia e retrofit passaram a ser palavras de ordem neste contexto.

Toda a vida útil do edifício, desde sua concepção à sua utilização, deve estar comprometida com estes princípios.

Uma batalha tecnológica, social e econômica que vem irmanando povos em busca de soluções pela Vida!

A globalização pela Vida.

O século XXI está devolvendo ao ser humano sua capacidade de organização em prol de uma causa única: a sobrevivência da espécie, através da tecnologia, da criatividade, do resgate dos valores naturais e dos insumos renováveis que a Mãe Natureza nos oferece!

Cabe a cada um despertar para esta onda sócio-econômico-ambiental, assumir suas responsabilidades enquanto agendes causadores e vitimas do processo, e contribuir pela preservação de nossa quarta pele: o planeta Terra.

Sobre Dora Brasil Arquitetura, Sustentabilidade e Segurança

Arquiteta e Engenheira de Segurança do Trabalho, com atuação no mercado há trinta anos, direciona seu trabalho à questões de conforto, funcionalidade, eficiência, saúde, segurança, bem estar e preservação do meio ambiente. Esta filosofia vem sendo maturada e está se concretizando com a atualização profissional em Gestão Ambiental com Tecnologias Limpas, Construções Sustentáveis (Conceitos LEED) e certificação PROCEL-Edifica (EtiqEEE - Etiquetagem de Eficiência Energética em Edifícios). Nosso objetivo é levar à sociedade os conceitos de Eficiência, procurando gerar projetos para edificações visando o baixo consumo de energia e água potável, através de diversas soluções alternativas que envolvam o desgaste mínimo dos insumos da natureza e a redução das emissões de gases nocivos ao meio ambiente.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Comentaremos em breve!!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s