Incêndio na Boite Cabaret, Porto Alegre, RS

Incêndio destruiu dois terços do casarão, mas fachada ficou intacta (Foto: Josmar Leite/RBS TV)

Do G1 RS (http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/05/incendio-em-boate-de-porto-alegre-nao-iniciou-na-area-externa-diz-policia.html)

O incêndio que atingiu a boate Cabaret, em Porto Alegre, na noite do último sábado (4), não foi provocado na área externa da construção. Foi o que o delegado Hilton Müller, responsável pelo caso, concluiu após ouvir na tarde desta segunda-feira (6) um vizinho e o subgerente da casa noturna. Ambos relataram que o fogo começou em um escritório no segundo andar. Uma possível ação criminosa segue sendo investigada.

“Aquela hipótese que se aventou durante o final de semana, de que alguém teria jogado alguma coisa em cima do telhado e a partir daí teria iniciado o fogo, a princípio, neste momento, fica descartada”, explicou Müller.

Os dois proprietários da casa noturna também prestaram depoimento nesta segunda.

“Eles afirmaram que a casa tinha sido reformada, e que não havia fios e estruturas de eletricidade. A possibilidade (de incêndio criminoso) ainda não está totalmente afastada”, destacou o delegado.

A investigação realizada até agora aponta que não havia nenhum impedimento legal para o funcionamento da boate. A prefeitura de Porto Alegre diz que o estabelecimento havia sido interditado no ano passado por não ter licença ambiental e carta de habitação específicas para casas noturnas, mas reabriu após obter liminar na Justiça. O município recorreu e aguarda decisão.

No início deste ano, o local foi novamente interditado durante as inspeções realizadas após o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, que causou 241 mortes. No dia 17 de fevereiro, os proprietários apresentaram alvará provisório concedido pelo Corpo de Bombeiros autorizando a reabertura.

“Tudo estava funcionando. Se não, não teria recebido o alvará”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, tenente-coronel Adriano Ferreira. “Há laudos assinados por profissionais, engenheiros e arquitetos, atestando isso”, ressalta.

A casa noturna tinha dois pisos, com área total de 359 m², e capacidade para receber 231 pessoas. Em caso de emergência, eram três as saídas, todas para a frente do prédio: as duas portas do térreo e a sacada.

O consultor em prevenção de incêndios Telmo Brentano reconhece que a casa noturna está dentro da lei. No entanto, ele afirma que, ainda assim, o local era “inadequado” para a função. Para ele, apenas cumprir a legislação não garante a segurança em bares, restaurantes e casas noturnas. O Poder Público deveria analisar as condições de cada local.

“É uma casa inadequada para a finalidade. Ela pode atender a legislação, mas não atende a segurança mínima. E se uma pessoa está na parte do fundo, e fogo ocorre na frente, como ela sairia da edificação?”, questiona o engenheiro. “Não posso colocar na lei todas as situações possíveis. É impossível. A lei é muito simplificada”, acrescenta.

 

 

 

Sobre Dora Brasil Arquitetura, Sustentabilidade e Segurança

Arquiteta e Engenheira de Segurança do Trabalho, com atuação no mercado há trinta anos, direciona seu trabalho à questões de conforto, funcionalidade, eficiência, saúde, segurança, bem estar e preservação do meio ambiente. Esta filosofia vem sendo maturada e está se concretizando com a atualização profissional em Gestão Ambiental com Tecnologias Limpas, Construções Sustentáveis (Conceitos LEED) e certificação PROCEL-Edifica (EtiqEEE - Etiquetagem de Eficiência Energética em Edifícios). Nosso objetivo é levar à sociedade os conceitos de Eficiência, procurando gerar projetos para edificações visando o baixo consumo de energia e água potável, através de diversas soluções alternativas que envolvam o desgaste mínimo dos insumos da natureza e a redução das emissões de gases nocivos ao meio ambiente.
Esse post foi publicado em Incêndio, Vida! e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Comentaremos em breve!!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s