Incêndio: causas e consequências

English: Picture taken by pt:Usuário:Gabrielt4...

Edição do dia 30/11/2013
(30/11/2013 01h51 – Atualizado em 30/11/2013 01h51)

Incêndio queima prédio inteiro do Memorial da America Latina em SP

O fogo se espalhou por todo o auditório Simon Bolívar, que ficou destruído.
O Memorial da América Latina é um projeto do arquiteto Oscar Niemeyer.

 Renata Cafardo São Paulo, SP

Um incêndio queimou um prédio inteiro do Memorial da America Latina, um importante complexo cultural de São Paulo. O fogo se espalhou por todo o auditório Simon Bolívar.

Os bombeiros chegaram rápido e mais de cem homens participaram da operação. Quinze bombeiros ficaram feridos. Dois ainda estão internados.

João Batista de Andrade, presidente do memorial, não descarta uma falha elétrica como causa do incêndio. “Pode ser, mas é uma coisa que ainda é impreciso. Ainda não da para dizer que foi um curto-circuito”.

O Memorial da América Latina é um projeto do arquiteto Oscar Niemeyer. Fundado em 1989, já recebeu eventos culturais, políticos e científicos. O complexo tem vários prédios sem ligação direta entre eles. Por isso o fogo não se alastrou.

O governador de São Paulo disse que o memorial estava com a vistoria dos bombeiros em dia. “O memorial tem seguro, vai ser reconstruído, mas a gente precisa verificar qual foi a origem, a causa do incêndio”, afirmou Geraldo Alckmin.

_______________________________

As causas de um incêndio são variadas, mas uma delas, e a mais discreta e “silenciosa” está relacionada às instalações elétricas.

Geralmente escondida, a rede elétrica passa despercebida ao olhar das vistorias de segurança.

E este risco começa nos circuitos elétricos, muitas vezes subdimensionados em razão de excesso de carga não prevista originalmente. Por exemplo, um edifício residencial com mais de 30 anos, não previa aparelhos de ar condicionado em todos os cômodos, além da parafernália eletrônica que hoje faz parte de cada ambiente. Tanto assim, que a quantidade original de tomadas é insuficiente, tornando-se indispensáveis as extensões elétricas para comportarem mais aparelhos.

A demanda de carga elétrica é muito superior ao valor dimensionado em projeto, ocasionando sobrecarga na rede. Além disso, o uso indiscriminado das extensões elétricas contribui negativamente, até mesmo pela utilização de fios inadequados, que podem gerar curto circuito (http://www.significados.com.br/curto-circuito/).

Outro problema gravíssimo é a falta de manutenção preventiva nas redes elétricas, além de serviços executados sem a observância das normas técnicas cabíveis, resultando em emendas frágeis que também possibilitam os curto-circuitos (muitas vezes nos entreforros e em locais sem acesso visual).

Assim, um incêndio pode ser evitado se as instalações elétricas da edificação estiverem sob a supervisão de um profissional capacitado, desde o projeto elétrico (correto dimensionamento de cargas) até a manutenção preventiva e corretiva da rede e equipamentos a ela conectados.

Todo projeto de proteção contra incêndio deveria ser associado a uma anotação de responsabilidade técnica de profissional responsável pela manutenção da rede elétrica, como garantia de que este fator de risco estaria, ao menos, sob controle.

As consequências, como vemos nesta notícia, repercutem em perdas de valores inestimáveis.  

Neste caso, sem perdas de vidas. Mas imaginem uma ocorrência desse nível em horário de visitação pública? Uma catástrofe.

O mesmo cuidado precisa ser transposto a locais de eventos com concentração de público, escolas, edifícios corporativos, residenciais, industriais, educacionais, estádios, dentre outros.

Lembrando que o Natal está chegando e este risco fica potencializado pela iluminação cênica natalina, conectada, na maioria dos casos, em extensões elétricas!

Recomendamos atenção e cuidados.

DB, 01/12/2013.

Anúncios

Comentaremos em breve!! Agradecemos sua visita!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.