As infinitas possibilidades!

Há dez anos, fundei a minha empresa, cujo propósito era “Muitas ideias… Infinitas possibilidades”.

Em termos gráficos, imaginei dois vórtices de energia, onde, a partir de um deles, muitas ideias passavam por um processamento criativo e se transmutavam em infinitas soluções, que seriam apresentadas aos clientes.

Imagem original: Dora Brasil Arquitetura 2011
Imagem original: Dora Brasil Arquitetura 2011

Mãos profissionais habilidosas aprimoraram esta rudimentar solução gráfica, preservando o conceito, porém tornando-a mais fluida.

Contudo, esta postagem não tem por objetivo falar de logomarcas, mas sim de conceitos.

Na época, o processamento das ideias para serem convertidas em soluções envolvia conhecimento, ideias, criatividade, experiência, sensibilidade, interatividade e muitos outros atributos da atuação profissional.

Dez anos após, me dei conta de como esta logomarca e o propósito a ela vinculado estão vivos: apenas com parâmetros diferenciados, fruto de novas maneiras de absorver a Vida.

A palavra chave aqui é POSSIBILIDADE.

Sob o olhar quântico ou multidimensional, a humanidade ainda está engatinhando em relação à compreensão mais adequada das possibilidades de que dispomos. Ainda convivemos com os princípios da dualidade, não compreendendo o Todo como único elemento do qual fazemos parte. Convivemos num emaranhado de mundos e realidades paralelas, e cada ação, por infinitésima que seja, repercute de alguma maneira, em outro ponto do Universo.

Ação e reação transmutando realidades, manifestando possibilidades.

Atualmente, após um mergulho profundo no meu EU, descubro que qualquer ação só tem sentido se repercutir numa reação positiva a alguém, direta ou indiretamente. Esta é a razão de estarmos nesta experiência corpórea.

Esta motivação, para ser genuína, transpõe todos os condicionamentos políticos que impactam em contratos comerciais comuns, do tipo “só executo isso se a lei obrigar”, em detrimento do conforto e bem estar do usuário final, o foco primordial do trabalho em si.

Normas técnicas balizam as boas práticas para a consecução de um serviço de excelência, visando atender aos parâmetros básicos em prol da sociedade. Atreladas às Normas Técnicas, está a criatividade do profissional, para oferecer soluções às peculiaridades de cada situação, sempre no sentido de otimizar o seu trabalho.

O conceito do Desenho Universal vem corroborar com esta ideia, já que conduz à adequação e à personalização, visando conforto, bem estar, funcionalidade e autonomia, para que o usuário seja respeitado e tenha a sua dignidade preservada, apesar das diferenças funcionais que possam existir.

Este é um Valor.

Um Valor Humano inquestionável.

Tão inquestionável, que, enquanto AÇÃO numa realidade multidimensional, certamente gerará REAÇÃO em algum lugar… até mesmo bem pertinho do sujeito desta ação.

DB

Comentaremos em breve!! Agradecemos sua visita!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.